,

Reclamar prejudica a saúde

Saiba como este comportamento pode afetar o cérebro

Ser o “ombro amigo” de uma pessoa que gosta muito de reclamar pode trazer mais consequências do que imagina: afinal, é bastante provável que o seu cérebro fique influenciado de forma negativa tal como o resto do corpo.

A saúde mental da própria pessoa que adora reclamar também fica seriamente prejudicada.

Como as reclamações influenciam o seu cérebro de forma negativa

De acordo com o cientista da computação Steven Parton, sempre que pensamos em alguma coisa, existe uma remodelação do cérebro, havendo uma modificação na construção física da realidade.

É que a ponte que se forma entre os neurónios fica ainda mais estreita para que um determinado pensamento seja produzido.

Por todo o cérebro, existe um conjunto de sinapses separadas por uma área vazia – a fenda sináptica. Logo, quando surge um pensamento, uma sinapse emite um produto químico por essa fenda para uma outra sinapse.

Desta forma, constrói-se uma ponte em cima da qual um sinal elétrico pode passar, trazendo consigo os dados importantes desse pensamento.

Sinapses

Sempre que essa carga elétrica é acionada, as sinapses reduzem a distância por que a carga tem de passar. Daí que o cérebro seja religado no seu circuito e se modifique de forma física para facilitar a execução das sinapses apropriadas – portanto, o pensamento sai mais facilmente.

As sinapses mais fortalecidas acabam por definir a personalidade. Ou seja, aquele pensamento mais repetido reforça as pontes no interior da rede dos neurónios.

Com a repetição do pensamento, junta-se gradualmente o par de sinapses associado às inclinações. Sempre que aparecer o momento oportuno para fazer o pensamento, aquele que ganha é o que percorre a menor distância.

Conclusão: quanto mais reclamamos, mais reforçamos esse nosso lado no cérebro.

A importância de agradecer

Para Steven, existe outro motivo para que as reclamações, às vezes, prejudiquem o cérebro: a oposição entre aceitação e desgosto, amor e receio e otimismo e pessimismo.

Numa experiência pessoal, Steven decidiu agradecer sempre, independentemente de se deparar perante situações más ou boas.

Contudo, o especialista alerta que esta prática não irá eliminar para sempre os pensamentos negativos. A verdade é que, às vezes, a emoção sobrepõe-se e o par de sinapses associado à carga química vai ser negativo.

Como acontece com os outros músculos, caso treine mais vezes essas sinapses otimistas, será possível sentir-se mais feliz devido a um maior bem-estar.

O fenómeno do “neurónios-espelho”

A sublinhar que sempre que se escuta muitas reclamações, o nosso cérebro pode passar pelo fenómeno de “neurónios-espelho”.

Por esse motivo, graças à empatia com os outros, acabamos por trocar energias negativas.

Como impedir negatividade em 9 passos

Eis alguns importantes conselhos comportamentais para fugir de gente pessimista, apresentados pela coach de alta produtividade Patricia Marinho.

Caso tenha essa veia negativa bastante acentuada, as dicas também são para si:

1. Tente ficar ao pé de pessoas otimistas

Nunca se esqueça de que nós todos somos o espelho das cinco pessoas com quem mais nos damos.

2. As palavras têm bastante força

Tente manter sempre conversas otimistas. Por exemplo, quando estiver a enfrentar uma dificuldade, diga sempre: “Ok, estou perante um problema. O que posso fazer para resolver?”.

3. Fique próximo de pessoas altruístas e cheias de otimismo

Tente afastar-se o mais possível de personalidades egoístas e com uma visão cinzenta de tudo e de todos.

4. Evite que o ato de reclamar se transforme num hábito

O cérebro demora 21 dias para perceber que estamos a criar um hábito. Ou seja, é tempo mais do que suficiente para deixar de dar respostas ríspidas ou carregadas de mau-humor.

5. Tente trocar de tema, quando chega alguém que costuma reclamar bastante

Por exemplo, imagine que cumprimenta um amigo com um “boa tarde!”. Se o interlocutor responder com um “boa tarde? Porquê?”, diga para essa pessoa respirar profundamente e afirme que já é ótimo estar vivo.

6. Não apoie reclamações

Tente ter conversas otimistas com alguém que está sempre a reclamar. Chegará a uma altura em que a pessoa alterará o seu comportamento.

7. Troque de tema sempre que se sentir influenciado pelas energias negativas dos interlocutores

Diante de uma reclamação, desvie a conversa com um típico “já viu como o tempo está lindo hoje?”.

8. Evite chamar a atenção

Perante uma reclamação, expresse algo positivo. Evite frases, como “está sempre a dizer coisas tão negativas!”.

9. Trazer uma pequena garrafa com água

Este é um conselho especialmente indicado para quem passa a vida a reclamar: façam-se sempre acompanhar por uma pequena garrafa com água. Logo, sempre que tiverem quase a falar mal de algo ou alguém, bebam água e permaneçam com o líquido na boca.

Partilhe este artigo tão curioso!

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Teste de personalidade

Como limpar a casa de forma eficiente