,

Sabonetes de unidades hoteleiras mudam a vida de milhões de pessoas

Instituição “Clean the World” melhora as condições de higiene de famílias de países em risco

Geralmente, os hotéis põem dois sabonetes em cada um dos seus quartos, para a utilização dos hóspedes.

Porém, uma boa parte acaba por ser pouco ou nada utilizada. Como não é possível o mesmo sabonete passar entre hóspedes diferentes, a maioria é deitada para o lixo.

Pense um pouco: existem duas barras de sabonete por cada quarto de milhares e milhares de hotéis por todo o mundo. Ou seja, estamos a falar de triliões de toneladas de sabonetes que acabam por ser desperdiçados. Sem falar de champôs e condicionadores, entre outros itens de higiene.

Gesto simples de um homem melhora a vida de milhões de pessoas em todo o mundo

Para lutar contra tanto desperdício, Shawn Seipler fundou a “Clean the World”, uma instituição que não tem fins lucrativos e que se dedica a recolher e a usar as sobras de itens higiénicos de hotéis.

Shawn teve esta ideia quando, numa das suas viagens, reparou que um dos funcionários do hotel deitou os sabonetes do seu quarto para o lixo, no momento em que ia fazer o check-out.

Sem querer acreditar no que via, Shawn questionou, na receção, porque se deitava ao lixo sabonetes pouco ou nada utilizados. Foi aí que descobriu que essa é uma prática obrigatória em hotéis de cinco estrelas.

Pelas suas contas, todos os dias, aproximadamente cinco milhões de barras de sabonete são desperdiçadas. Só de pensar que, em todo o mundo, há milhões de pessoas que não têm um único objeto de higiene…

Chocado, Shawn tomou a decisão de aprender formas de limpar, desinfetar e reutilizar os sabonetes usados para dar a quem mais precisa.

Entretanto, conheceu o método da fusão, através do qual é possível derreter e limpar sabões para obter novos produtos.

Daí que, em 2009, Shawn tenha criado a “Clean the World”, que se dedica à reciclagem de sabonetes, doando-os a pessoas carenciadas.

A partir daí, tem conseguido elevar a qualidade das condições de higiene de milhões de pessoas em todo o mundo, o que tem ajudado a diminuir a mortalidade infantil e a incidência de problemas de saúde. É o caso da pneumonia.

Contudo, os primeiros tempos não foram fáceis. Afinal, houve algumas dificuldades em obter suporte e cooperação de unidades hoteleiras e postos de turismo. Porém, felizmente, após umas semanas de trabalho, Shawn já contava com uma garagem repleta de barras de sabonete para começar a fazer os primeiros sabões reciclados.

Agora, tudo mudou e as unidades hoteleiras que tomam a decisão de aderir à iniciativa pagam, todos os anos, 50 centavos de dólar por cada um dos quartos que possuem.

Graças a esses fundos, a “Clean the World” é capaz de recrutar pessoas e pagar a área de transporte e logística para o processamento dos bens. E a organização não se concentra somente em sabonetes, mas também em cosméticos das unidades hoteleiras.

Os resultados são surpreendentes: só em 2016, foi possível refazer 7 milhões de barras de sabonetes e 400 mil conjuntos de produtos de higiene, que foram distribuídos a menores de regiões em risco.

Eis uma prova de que um gesto tão simples pode fazer a diferença na vida de milhões de pessoas no mundo inteiro.

Partilhe, com os seus amigos e familiares, esta história que deve servir de inspiração para todos nós!

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Mãe e filho vivem no mesmo lar

Dicas naturais para tornar os cabelos escuros